Governo de Goiás

Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos

Procure o que você precisa:
Terça, 16 de Outubro de 2018
Notícias
Governo de Goiás deve construir mais de 30 mil casas populares até o final do ano  
10/05/2018 13h41 - Atualizado em 10/05/2018 13h46
Foto: Governador José Eliton visita Residencial Buriti Sereno em Aparecida de Goiânia

A meta pactuada pelo ex-governador Marconi Perillo e pelo governador José Eliton de beneficiar 30 mil famílias em todo o Estado com a casa própria até dezembro de 2018 já se pode afirmar com dados que será superada. Diante dos resultados positivos das obras do Goiás na Frente – Habitação, a meta foi ampliada para 31.815 moradias, segundo dados da Agência Goiana de Habitação (Agehab). Dessas, 5.818 casas estão em construção e outras 22.602 estão contratadas ou em fase de contratação por meio de parceria com a Caixa e o Ministério das Cidades. As restantes 3.395 já foram entregues. Já há, para superar a meta,  garantia de recursos federais e estaduais. “O Goiás na Frente - Habitação é pautado pela solidariedade e ajuda ao próximo”, diz José Eliton.

Ele tem ressaltado em seus compromissos nos municípios, nas reuniões com os prefeitos em Goiânia e no contato com as pessoas, que “as obras estão acontecendo”, que seu “compromisso é trabalhar, acordar cedo, dormir tarde, não ter preguiça”, porque “Goiás tem pressa".

O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Cleomar Dutra, atribui a superação da meta pactuada pelo fato de o “governador José Eliton ter recomendado o máximo empenho para avançarmos com as parcerias para atender todos os municípios com mais moradias, de forma planejada e sintonizada com as reivindicações da comunidade. E, principalmente, ouvindo os prefeitos. Estamos levando moradia digna e escritura para as famílias que mais precisam e buscando inovação dos programas habitacionais”.

Referência

Goiás é referência no País com a execução pela Agehab de programas de moradia social inovadores e inclusivos, como o Cheque Mais Moradia Reforma para a pessoa com deficiência, que reservou R$ 30 milhões para atender 10 mil famílias em todos os municípios goianos. “O objetivo é zerar a demanda de acessibilidade das residências. Não tem nada mais triste que uma pessoa ter uma deficiência e não poder alargar uma porta para que uma cadeira de rodas possa entrar. Nós enfrentamos este problema. O Estado de Goiás é um dos referenciais neste combate. Estabelecemos isso como prioridade para quebrar discriminação e preconceito”, afirma José Eliton.

Goiás na Frente – Habitação

Em entrevista coletiva, na qual fez um balanço do seu primeiro mês de governo e do primeiro quadrimestre de 2018, José Eliton relatou que pouco mais de um ano após o lançamento, 78% das ações previstas no Programa Goiás na Frente já foram concluídas ou estão em andamento dentro do prazo, representando um total de mais de R$ 3,1 bilhões em investimentos, incluídas aí 3.395 moradias entregues de janeiro a abril deste ano em 24 municípios, investimento de R$ 194,5 milhões. O governador informou ainda que foram liberados mais R$ 198,8 milhões para a construção e reforma de imóveis em 39 municípios.

Somente no mês de abril foram entregues 640 unidades habitacionais em Goiânia – 576 do Residencial Nelson Mandela, completando as 1.616 apartamentos da primeira etapa – Cachoeira Alta e Inaciolândia, além de 459 escrituras do programa Casa Legal a moradores de bairros da região Noroeste da Capital e também de Senador Canedo. “Os recursos destinados pelo Governo de Goiás têm permitido os avanços na contratação de novas moradias para famílias com renda de até três salários mínimos, faixa onde se concentra 90% do déficit habitacional do Estado”, explica o presidente da Agehab.

De janeiro a abril de 2018, o Casa Legal entregou 556 escrituras e outras 3.058 serão entregues ainda este ano em 15 municípios.

FONTE: Comunicação da Agehab

Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, n° 400, 1° Andar, Setor Sul - 74.015-908 - Goiânia - GO

© Copyright 2014. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento