Governo de Goiás

Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos

Procure o que você precisa:
Quarta, 22 de Novembro de 2017
Notícias
Goiás cria sua primeira Estação Ecológica
15/08/2017 17h45 - Atualizado em 21/08/2017 14h19

Foi publicado no Diário Oficial do Estado de Goiás desta terça-feira, 15, o Decreto de criação da Estação Ecológica Chapada de Nova Roma (Esec-CNR). O objetivo da Estação é preservar os ecossistemas e a biodiversidade e possibilitar a realização de pesquisa científica. Com área de 6.811 hectares, a Esec-CNR está localizada no Município de Nova Roma, vizinha à área recém-ampliada do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros.

A Estação Ecológica Chapada de Nova Roma é a primeira estação ecológica a ser criada no estado de Goiás. De acordo com a nota técnica extraída do plano de manejo, ela possui alto grau de conservação e área de entorno está pouco alterada, com várias nascentes e córregos. “Abriga nascentes e seis corpos d´água perenes: córregos Forquilha, Guariroba, Porteira, Porteira do Meio, Riachinho e Corrente, afluentes pela margem esquerda do rio Paranã, contribuinte da bacia hidrográfica do Tocantins”.

Os levantamentos botânicos referentes à avaliação ecológica identificaram, na área da Esec-CNR, 218 espécies vegetais em sete fitofisionomias, dentre elas 60% de cerrado típico, 18% de cerrado ralo e 13% de formações campestres. “Destacam-se espécies com diferentes importâncias ecológicas, principalmente em relação à produção de alimentos em relação à fauna e aos níveis tróficos do nicho que ocupa temporária ou constantemente” diz a nota técnica.

Em relação à fauna, os levantamentos demonstraram a importância da preservação da área, registrando a ocorrência de espécies guarda-chuva, como a onça-pintada e o logo-guará. Os estudos de mastofauna identificaram 31 espécies, sendo 19 de médio porte e 12 de pequeno porte. Das espécies identificadas, cinco se encontram ameaçadas: tatu-canastra, lobo-guará, onça-pintada, gato-do-mato-pequeno e a jaguatirica. Os levantamentos de avifauna registraram 115 espécies, sendo três endêmicas para o Cerrado: Soldadinho, Bico-de-pimentae a Gralha-do-campo. Uma ave que merece destaque é o Urubu Rei, espécie “quase-ameaçada” de extinção, que necessita de grandes áreas para sobreviver.

Além dos aspectos de biodiversidade, a Esec-CNR conta com expressiva riqueza de espécies endêmicas, raras e ameaçadas. Preserva, em seu interior, um grande número de nascentes que alimentam uma das principais bacias hidrográficas do estado, funcionando como mananciais de abastecimento de diversas comunidades e propriedades rurais do Vale do Paranã.

Além da importância local, a estação ecológica tem papel fundamental na região. Será mais uma área protegida na Chapada dos Veadeiros e na Reserva da Biosfera Goyas, contribuindo para a formação de corredores ecológicos. Deverá aliar as riquezas ecológicas com a riqueza histórico-cultural da região. 

Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, n° 400, 1° Andar, Setor Sul - 74.015-908 - Goiânia - GO

© Copyright 2014. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento