Reunião dá início à elaboração de quatro Planos de Bacias Hidrográficas

Primeira reunião dos Planos de Bacias Hidrográficas

Em reunião realizada nesta sexta-feira (09/11), no auditório da Secima do Setor Universitário, foram iniciados os trabalhos de elaboração de quatro Planos das Bacias Hidrográficas. São elas as Bacias do Baixo Paranaíba; do Rio dos Bois; do Meia Ponte; e dos rios Corumbá, Veríssimo e porção goiana do São Marcos.

Os trabalhos técnicos estão sob a responsabilidade da Fundação de Apoio à Pesquisa da Universidade Federal de Goiás (Funape/UFG), que conta ainda com a participação dos Comitês das Bacias Hidrográficas (CBHs). A Funape/UFG foi contratada em setembro último pela Secretaria do Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima). O prazo de elaboração dos Planos de Bacias Hidrográficas é de 18 meses.

Primeiro produto

Na reunião desta sexta-feira foi avaliado o primeiro produto do trabalho: as bases metodológicas. A próxima etapa será a elaboração dos diagnósticos que, segundo o cronograma, devem estar concluídos até março de 2019. Os Planos são instrumentos de políticas públicas que vão traçar o diagnóstico e os cenários futuros dessas Bacias Hidrográficas, além de indicar as ações, diretrizes e metas para os próximos 20 anos. 

Participaram do evento a equipe da Funape/UFG, responsável pela elaboração dos Planos, coordenada pelo professor Klebber Formiga. Também estiveram presentes técnicos da Superintendência de Recursos Hídricos da Secima, em especial da Gerência de Planejamento e Apoio ao Sistema de Gestão, responsável por operacionalizar o processo, junto com o Grupo Técnico de Avaliação (GTA), que contribui no apoio às apoiar as atividades de análise e elaboração dos Planos; e do Grupo Técnico de Coordenação (GTC), que cuida da parte administrativa do processo.